Sidney foi chamado para oito entrevistas em menos de três meses

Tempo de leitura: 3 minutos

Sidney foi chamado para oito entrevistas de emprego em menos de três meses depois de mudar o currículo. Em uma das oportunidades, fez a entrevista pela manhã e à tarde já estava contratado.

Veja o vídeo:

Sidney começou sua carreira na área de produção e agora está prestes a terminar o curso de Engenharia de Produção na faculdade.

No segundo semestre de 2018, a empresa em que trabalhava passou a exigir que Sidney fizesse algumas viagens a trabalho, mas isso atrapalhava sua rotina de estudos e de tempo com a família.

Pensando no que era melhor para si mesmo, Sidney decidiu pedir desligamento para poder encontrar outro emprego que o deixasse mais realizado sem impactar tanto na sua vida pessoal. Sua despedida da empresa foi em agosto de 2018.

A partir da saída, Sidney já começou a procurar emprego enviando currículos, porém sem ter retorno das vagas que aplicava. Para mudar a situação, ele optou por confiar na estratégia do Admirável Emprego Novo para acelerar sua contratação e aumentar suas chances de um emprego que o deixasse satisfeito.

A estratégia que deu certo

Quando comecei a ver o curso, vi que meu currículo não estava bom. Não quebrava a barreira dos 5 segundos.

O que ele quis dizer é que seu currículo não conseguia prender a atenção dos recrutadores, que em geral descartam os CVs em apenas 6 segundos (e não 5, como Sidney mencionou). Para conseguir captar a atenção e despertar a curiosidade dos profissionais que recebem centenas de currículos por dia, é preciso saber o que eles procuram nos CVs dos candidatos.

A partir da reformulação do currículo, o jogo começou a virar para o Sidney. Se antes ele não tinha retorno, depois do curso ele foi chamado para 8 processos seletivos em menos de três meses.

O #efeitoAEN no currículo

É possível observar em vários dos casos de sucesso do Admirável Emprego Novo, o impacto positivo que um bom currículo tem na situação profissional das pessoas. No caso do Sidney não foi diferente. Na última etapa de seleção da vaga que ele está contratado hoje, ele ouviu do gestor:

Seu currículo é tão bom que parece que foi comprado, que alguém fez pra você.

Mas antes de chegar nessa última etapa, Sidney enfrentou outras cinco. Inclusive participou de dinâmica em grupo. E ele comenta que se não fosse pelo conteúdo do curso, o resultado teria sido diferente.

Eu sou muito detalhista e observei as outras pessoas. Mas eu já tinha entendido que precisava mostrar quem eu sou, só que da forma certa de mostrar isso.

Para o Sidney, a mais importante lição do curso não foram as estratégias de currículo ou de entrevista. Foi algo que pode melhorar ou piorar a relação de cada profissional com seu trabalho a longo prazo.

Um dos pontos que mais me chamou atenção foi a dica de não entrar em um emprego que não foi feito pra mim. Pesquise e tenha paciência para aproveitar as oportunidades que fazem sentido para você. Não aceite qualquer emprego porque em alguns meses o clima ruim pode te deixar desmotivado, o que vai acarretar em problemas maiores.

Sidney ficou tão satisfeito com todo o aprendizado que ele colocou em prática que indicou o curso para um ex-colega de trabalho.

Quer começar a ter retorno dos e-mails enviados? Saiba o que um currículo precisa ter para encantar os recrutadores. Veja essa aula!

 

Veja também:

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.