Seis dicas para a entrevista de um dos maiores empresários do Brasil: Roberto Justus

Tempo de leitura: 3 minutos

Empresário de sucesso e reconhecido em todo o Brasil, Roberto Justus comanda hoje um grupo de agências de publicidade e uma empresa de tecnologia. Sua carreira brilhante o levou ao comando do programa O Aprendiz, um reality show que premia o vencedor com um contrato de um ano em uma grande empresa. 

Somando experiências desde quando abandonou os negócios da família para abrir sua primeira agência de publicidade, em 1981, Justus já fez seleções para suas empresas e gravou os processos. A ideia é mostrar aos profissionais em busca de oportunidade o que não se deve fazer na entrevista e o que funciona bem.

Confira as seis principais do empresário:

Tem que ser criativo na entrevista de emprego, para vender seu peixe

Geralmente, apenas uma pessoa será escolhida em uma seleção. E se você fizer exatamente as mesmas coisas que todos os outros candidatos fazem, provavelmente não será você a pessoa escolhida. Quem sabe “vender seu peixe” se destaca e tem maiores chances de ser ouvido. É assim que a entrevista passa a ser uma conversa apenas para confirmar o que a experiência do recrutador está dizendo: você é a pessoa certa.

Você precisa saber qual é o seu diferencial

Em mais de um processo de seleção, quando pergunta aos candidatos o que eles têm para oferecer para a empresa, o eles têm que nenhum outro candidato tem, a maioria fica travada.

Os candidatos querem uma vaga porque precisam trabalhar, mas as empresas não querem qualquer candidato. Mais do que isso, elas não querem alguém que tenha as mesmas habilidades que outros funcionários já têm.

Saber o que você tem de valor, e que só você pode oferecer, é fazer uma oferta ao empregador: você pode escolher entre os candidatos X, Y ou Z, mas só eu tenho isso para oferecer.

A entrevista de emprego é o “momento” onde é mais importante causar uma boa impressão

Em um primeiro encontro, é ideal que se cause uma boa impressão. Mas caso isso não aconteça, suas chances amorosas não estão perdidas. Sempre há espaço para tentar de novo.

Já na entrevista de emprego não é bem assim. Raramente você terá uma segunda chance, então siga ao menos as regras básicas desse jogo: chegue com antecedência, vista-se de acordo com a ocasião, esteja preparado para falar de você.

Estudar o negócio e o mercado da empresa

Justus comenta que não tem coisa pior, para o entrevistador, do que saber que a pessoa não sabe do que se trata e não estudou o tema de interesse da empresa. Quem não sabe o que a empresa faz não poderá saber como pode influenciar positivamente os objetivos de negócio.

Então sem estudar, ler e se informar sobre uma organização, fica bem complicado mostrar o seu diferencial e reforçar a ideia de que você não é só mais um. Se você ainda tem dúvidas de como fazer isso, aqui você encontrará muitas respostas.

Não tente parecer o que você não é

As pessoas percebem quando alguém está forçando, mesmo que você tente disfarçar como nervosismo. “Seja verdadeiro”, sugere Justus, porque essa é a grande chance que você tem de causar uma primeira impressão positiva.

Aceite desafios, eles não são para sempre

O empresário foi apresentador do programa A Fazenda por duas temporadas. Parece contraditório com a carreira de Justus, e ele mesmo afirmou em entrevistas que não assistia o reality show. Mas mesmo não amando o programa, ele justificou a decisão de aceitar o convite:

“Mexeu com a história de eu adorar um desafio. Porque é o maior reality show da emissora, tinha uma repercussão gigante. Era um desafio danado. Tanto que eu adorei fazer a primeira temporada, mas a segunda eu já não curti tanto.”

 

Leia também:

 

 

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.