Emprego no exterior: um sonho que pode se tornar realidade

Tempo de leitura: 4 minutos

Talenses, uma empresa especializada em recrutamento e seleção, realizou uma pesquisa com profissionais brasileiros que atuam tanto em emprego no exterior quanto aqui no Brasil. Entre os que ainda permanecem no país, 91% afirmaram ter vontade de cruzar as fronteiras em busca de oportunidades melhores.

A garantia de um emprego formalizado fora do país é uma preocupação de mais da metade desse grupo. Mas parte deles também afirmou que uma vaga temporária em serviços que não exigem formação também seria aceitável para promover a mudança de endereço.

Muita gente parte para Estados Unidos, Austrália, Canadá, Portugal, Irlanda e outros destinos desejados pelos brasileiros, sem uma perspectiva imediata de trabalho formal. Mas há chances sim de fazer a mudança já com um emprego na área de formação e/ou experiência.

E mais: as oportunidades variam bastante nos diferentes lugares do mundo. Alguns profissionais que se sentem desvalorizadas no Brasil, ou até quem encontra altíssima concorrência nas vagas por aqui, pode encontrar mercados melhores para atuar, com salários e propostas muito mais interessantes.

Como conseguir um emprego no exterior

O primeiro passo é conhecer as demandas da área que deseja trabalhar no local de destino. Alguns países fazem feiras de recrutamento aqui no Brasil, em busca de profissionais que estão em falta no país. Por exemplo, a região de Montreal, no Canadá, promove periodicamente eventos em busca de pessoas com formação e experiência na área de TI já que a necessidade de pessoas especializadas supera a oferta na região.

Como outras tantas profissões não estão contempladas em casos como esse, a estratégia precisa ser outra. Ter um perfil adicional no Linkedin, na língua do local onde deseja morar, é essencial para começar a construir um networking com profissionais, recrutadores e headhunters da sua área de atuação que estejam trabalhando no país que você deseja morar. Caso não tenha um único destino em mente, um perfil adicional em inglês já garante mais visibilidade.

 

O networking também é um bom investimento de tempo se você procurar brasileiros que já atuam na sua profissão no exterior. Além de indicação de vagas, estes contatos serão capazes de ajudar a entender as particularidades dos processos seletivos naquele país. Esse pode ser o “pulo do gato” para sair do Brasil com um emprego já na sua área.

Ainda há chances de que o empregador seja o patrocinador do visto, agilizando a burocracia. Esse tipo de oportunidade tem maior probabilidade quando a sua área de atuação ou profissão está em alta no país de destino e as empresas estão com uma demanda por profissionais e não conseguem supri-la com a comunidade já existente no local.

Dicas para ser contratado fora do país

A carta de apresentação pode ter igual ou maior valor em relação ao currículo, conforme a prática do mercado de trabalho no país. Então ter uma excelente carta, com bons argumentos de motivação, aumenta as chances de realizar o sonho de ter uma carreira internacional. Mas ela, sozinha, não faz milagres. Um currículo capaz de prender a atenção dos recrutadores e gerar curiosidade para conhecer o profissional por trás deste documento é indispensável para entrar no processo seletivo com tudo a seu favor.

Com uma boa carta, um currículo bem feito, perfil na língua estrangeira no Linkedin e uma rede de contatos em construção, procurar emprego no exterior passa a ser uma rotina praticamente igual a procurar uma vaga no Brasil. Um de nossos alunos, Lucas conseguiu um emprego na sua área da atuação no Canadá e em menos de uma semana! 

Listar as empresas que compartilham seus valores, fazer e manter contatos, demonstrar interesse nas vagas que procuram o seu perfil profissional, se preparar para a entrevista… todas essas atividades são propostas de maneira aprofundada e bem explicadas ao longo dos módulos do Admirável Emprego Novo.

Mas se você quiser começar a entrar em ação agora mesmo em busca de um emprego no exterior, pode contar com esta planilha para organizar todas as etapas. É gratuita, clique aqui para baixar. 

Leia também:

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.