Como mudar de carreira: a recolocação profissional sem estresse

Tempo de leitura: 3 minutos

O que vou te contar acontece com todo mundo em algum momento da sua vida profissional: um dia você percebe que não está feliz no seu trabalho. Pode ser a convivência que está desgastante, pode ser que você está entediado, pode ser que aquela empresa já não combina com você ou, pode ser, que você precise mesmo mudar de carreira.

A transição de carreira raramente é a primeira alternativa quando a satisfação com a vida profissional acaba. Primeiro, porque há um apego a todos os esforços que levaram você até onde chegou. Depois, mudar de carreira pode parecer que você tenha que começar do zero, como fez lá no seu primeiro emprego.

Mas mudar de profissão não é bem assim e eu vou te mostrar por que. Mesmo que não seja exatamente simples, eu vou ajudar você a entender como mudar de carreira sem estresse.

O que é preciso saber para mudar de carreira

Em primeiro lugar, é preciso saber se é esse mesmo o seu desejo profissional. Então, antes de tudo, tenha certeza de que não é nenhum desses outros fatores que está te deixando infeliz no trabalho:

  • o relacionamento com seu chefe
  • o relacionamento com seus colegas
  • o ambiente em que trabalha
  • o perfil da empresa
  • o salário
  • o trajeto para ir e voltar do trabalho é cansativo demais

Com a certeza de que uma mudança de carreira é exatamente o que você busca, então você pode começar a pensar nos passos para a sua recolocação profissional em outra área de atuação.

Avalie, então, se está claro qual é a nova atividade ou profissão que você quer e o que é preciso para entrar nela. Pergunte-se se você realmente se vê nesse trabalho, ou se é porque acha que pode se dar bem ou ter um salário melhor.

Você precisa saber que não vai começar do zero, isso é certo! Você já tem experiências e competências desenvolvidas, você já passou por muitas situações profissionais e já tem mais maturidade do que tinha quando começou seu primeiro emprego.

Mas mantenha-se aberto a voltar alguns passos na carreira para construir uma nova. Não se apegue ao cargo que tinha no processo de mudança de carreira.

Mudança de carreira na prática

Como já mencionei, mudar de carreira não é recomeçar tudo de novo, mesmo para quem não tem experiência. E, na prática, o passo mais importante após decidir para qual área quer fazer a transição é identificar quais são os pontos em comum entre a profissão que você quer deixar e a que quer começar.

Esse exercício também é válido se você não souber exatamente o que quer fazer. Saber o que você gosta e o que você não gosta na sua profissão atual são passos importantes para encontrar uma área profissional com o qual você se identifica.

Identifique também quais são as ações necessárias para entrar na nova área de atuação (cursos, certificações, formações complementares, aumentar sua rede de contatos). Isso é muito importante, especialmente se você não tem experiência, para validar seu potencial.

É o seu potencial como profissional e seus resultados obtidos em outra função que vão abrir as portas com os departamentos de recursos humanos. Por isso, você precisa saber exatamente como os recrutadores leem os currículos e o que eles esperam ver no seu CV.

Você precisará mostrar o que está fazendo para entrar na nova carreira usando sua experiência anterior, o que demonstra seu nível de comprometimento. Isso é essencial para quebrar a barreira de 6 segundos que os recrutadores levam para descartar um currículo atualmente.

Eu te explico exatamente como fazer isso na minha próxima aula gratuita. Vou mostrar o que as empresas consideram para contratar e também como encontrar as melhores vagas (aquelas que nem chegam a ser publicadas).

INSCREVA-SE AQUI

 

Saiba mais:

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.