Ana conseguiu dois empregos com apenas formação acadêmica no currículo

Tempo de leitura: 4 minutos

Com apenas sua formação acadêmica no currículo, Ana saiu do mestrado e em poucos meses conseguiu seus dois primeiros empregos pela CLT! O principal passo foi a preparação para enfrentar a procura de vagas em um mercado totalmente desconhecido para ela.

Estabelecer um objetivo foi primordial porque eu consegui mostrar para as empresas por que eu queria aquelas vagas. Eu não queria só trabalhar, eu queria trabalhar no que gosto e no que tem a ver comigo.

 

Formação acadêmica no currículo

Ana Catharina saiu da graduação direto para o mestrado sem ter experiências de trabalho no mercado convencional. Sem saber como aproveitar a formação acadêmica no currículo, ela queria entender como transitar de um ambiente profissional para o outro. Foi aí que ela conheceu o Admirável Emprego Novo.

Com o mestrado chegando ao fim, Ana precisava melhorar a forma como abordava a formação acadêmica no currículo porque seu CV não estava dando a visibilidade profissional que ela precisava. No Linkedin, tinha um perfil fantasma, totalmente desatualizado, bem diferente de como é seu perfil hoje (veja aqui: https://www.linkedin.com/in/ana-catharina-bernardes ).

A mudança de perspectiva aconteceu assim que Ana acessou as aulas do AEN. Ela comenta que começou o curso bem perdida e que não sabia exatamente o que queria profissionalmente.

O curso me ajudou muito nisso. Gostei do direcionamento que vai se desenvolvendo ao longo das aulas.[…] Se eu soubesse desse curso antes eu já teria feito no meio do mestrado. Eu sei que é mérito meu também, mas eu achei muito motivador!

No banco de currículos disponibilizado para servir de exemplo para todos os alunos do curso, Ana encontrou o CV de um profissional com trajetória parecida com o dela. Ver como essa pessoa usou sua formação acadêmica no currículo ajudou a Ana a reformular seu CV.

Dois empregos novos em poucos meses

Assim que considerou o currículo pronto, Ana começou a fazer os pequenos ajustes conforme cada vaga e a enviar o documento demonstrando interesse.  Em questão de quatro dias foi chamada para participar de um processo seletivo para uma oportunidade onde seu conhecimento seria um encaixe perfeito

A seleção se estendeu e não deu retorno, mas a Ana precisava dar prioridade para as etapas finais do mestrado e não teve mais contato com o gestor. Alguns meses depois, quando retomou a procura ativa levou um susto. No decorrer de uma semana, participou de 4 processos seletivos e em todos elas foi aprovada para a fase de entrevista com gestor. Em duas delas foi selecionada!!!

Ana optou por aceitar uma vaga temporária porque o prazo de validade não era tão importante quanto a vontade de trabalhar com a proposta daquela oportunidade. E logo mais ela teria a chance de mudar: a vaga daquele primeiro processo seletivo estava aberta novamente! Ela não pensou duas vezes e chamou o gestor da empresa pelo LinkedIn, sinalizando que ainda tinha interesse.

Eu vi que a vaga reabriu e me candidatei na mesma hora!

Na mesma semana o processo seletivo foi retomado.

Foi bem puxado porque era outra recrutadora, o responsável anterior tinha saído da empresa. Fiz todos os testes de novo: teste de personalidade, teste de inglês, uma apresentação em inglês…

Ana fez a apresentação, que não era online como as outras etapas. Mal sabia ela que ao chegar em casa, depois desse teste, receberia a ligação que estava esperando. Ela foi a escolhida!

Um ponto importante que aprendi no curso e que me ajudou nas entrevistas que foi saber falar sobre meus defeitos. Eu também consegui descobrir, com as aulas, quais eram esses defeitos.

Pretensão salarial: uma negociação inédita para a Ana

Vinda da carreira acadêmica sem nunca ter tido uma contratação por CLT, negociar salário era algo totalmente novo para a Ana. No primeiro emprego, aquela oportunidade temporária, recebeu um oferta sem abertura para negociação.

Já na segunda oportunidade que a Ana assumiu, a oferta era 20% maior e com o pacote completo de benefícios oferecido por uma multinacional.

Não perguntaram minha pretensão, eles já me ofereceram um salário maior.

A recolocação da Ana se deu em três passos importantes: ela passou a entender o mercado de trabalho como ele realmente funciona, definiu seu objetivo profissional e montou um currículo impossível de ser ignorado. E você pode fazer o mesmo!

Não deixe passar a chance de participar de uma aula online gratuita onde eu mostro o que as empresas esperam dos candidatos e a estrutura de currículo que está rendendo bons empregos até para quem não é bom em fazer o CV.

INSCREVA-SE AQUI

 

Saiba mais:

 

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.