Abigail bloqueou seu currículo em site por não dar conta de retornar todos os convites para entrevista

Tempo de leitura: 4 minutos

Com experiência em educação e formação em direito, Abigail passou três anos dedicando-se a estudar para concursos. E já neste período, com a autoestima baixa, tinha receio de enfrentar dificuldades de voltar ao ritmo de trabalho quando fosse aprovada.

Quando resolveu desistir de um cargo público e voltar ao mercado de trabalho, o medo ficou ainda maior. A autoestima estava ainda mais comprometida e ela não sabia como poderia usar as diferentes experiências acumuladas para conseguir uma vaga na área administrativa. Ao optar por se preparar com ajuda do curso, obteve sucesso ao conseguir um emprego depois de muitas ofertas de entrevistas.

Veja o vídeo com o depoimento da Abigail:

Sobre o currículo

“Sempre tive facilidade para escrever, mas a estrutura do currículo esperado pelo mercado hoje é totalmente diferente. O curso traz um currículo adaptável a todas as estruturas, conforme a experiência o CV vai se desdobrando. Como eu tinha carreiras muito misturadas, eu consegui fazer com que elas se juntassem para dar força para a função administrativa, que era o que eu queria.”

Abigail também não dava muita atenção ao Linkedin (https://www.linkedin.com/in/abigail-silva-65173416a)  porque considerava ser mais uma rede social.

Com um currículo vencedor, Abigail resolveu investir seu tempo em cadastrar o currículo em sites de vagas com boa reputação. Mas logo ela precisou retirar o cadastro do site.

” (Antes do curso) eu usava um site (de vagas) que não funciona, e achava que a culpa era minha! Depois de ter meu perfil e linkedin aprovado (em outro site), logo tive que bloquear meu currículo porque não dava conta de todas as entrevistas que apareciam. “

Com cerca de três convites para entrevista por dia, Abigail contou com o apoio da equipe do Admirável Emprego Novo para aprender a filtrar as ofertas de emprego em potencial. Nesse momento, sua autoestima já havia se recuperado e isso refletiu positivamente nas entrevistas que optou ir.

A vaga que hoje é seu emprego novo foi sua no momento em que fez a segunda entrevista do processo, com o proprietário da empresa. Já na entrevista, foi convidada a começar no cargo no dia seguinte!

“Ficamos conversando uns 40 minutos, aproximadamente. Eu tive uma segurança que antes do curso eu não tinha, que era acreditar em mim e começar a acreditar que o lugar em que se trabalha tem que ter a ver com a sua vida e a questão dos valores.”

Abigail entendeu muito bem o recado de uma das especialistas convidadas do curso, Cris Takahashi. Uma importante lição para ser bem sucedido na carreira é escolher locais de trabalho que tenham valores alinhados com os seus.

“Essa visão eu não tinha. Eu achava que eu tinha que me adaptar a um local de trabalho, e não o contrário.”

E foi com essa estratégia em mente que Abigail optou por onde trabalhar, mesmo tendo uma oferta de uma multinacional do ramo de T.I. A partir das suas preferências e valores, determinou que que o emprego que escolheu se encaixa melhor no que ela deseja para a própria carreira.

“O salário era praticamente o mesmo, foi uma questão de afinidade.”

Autoestima lá no alto

Para Abigail, investir em um curso que também se preocupa em trabalhar o lado psicológico da procura por emprego foi fundamental.

“O início (da busca por emprego) é muito difícil, é como se estivesse num túnel todo escuro, você não enxerga nada. Aí você começa a ver pequenas luzinhas e aí vai se empolgando mais.”

E contar com a equipe de atendimento especializada para responder suas dúvidas foi um dos fatores fundamentais para que ela voltasse a se sentir segura em relação ao mercado de trabalho. Ao longo do curso, as demais etapas foram fortalecendo esse sentimento.

“Eu me senti em uma escadinha. Cada vez que alguém verificava meu currículo, meu Linkedin ou respondia a dúvida que eu tinha sobre entrevista (de emprego) eu ia subindo um degrau… até pegar meu troféu lá em cima!”

 

Leia também:

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.