7 erros que fazem você perder oportunidades de emprego no Linkedin

Tempo de leitura: 7 minutos

O LinkedIn é hoje o principal canal de conexão entre recrutadores e profissionais de todas as áreas de atuação. Essa rede profissional (e não social) é o meio mais indicado para conseguir as melhores oportunidades do mercado. Então, para não perder nenhuma chance de conseguir emprego no LinkedIn, eu listei alguns dos maiores erros que podem ser cometidos na rede.

Erros que fazem você perder oportunidades de emprego no Linkedin:

1. Pensamento desatualizado

É achar que o LinkedIn é um banco de currículo online. Você não deve colocar apenas informações básicas ou copiar e colar do seu currículo e nunca mais entrar na rede. O LinkedIn é um ambiente que exige atividade!

Em uma entrevista a gerente de marketing do LinkedIn Brasil, Natália Rocha, disse:
“O LinkedIn é um ambiente vivo, é uma rede social e não um banco de dados de currículos. Não adianta criar um perfil e não fazer nada.”

A rede não revela o funcionamento dos algoritmos que estão por trás das buscas nem como decide quem serão os primeiros profissionais na lista, mas essa dica da própria gerente da rede já dá indícios do que é importante. Dessa forma, os robôs do sistema de busca dão preferência aos perfis mais ativos e relevantes na rede.

Esse recado vale tanto para publicação de conteúdos próprios (quanto mais interessantes e recorrentes forem suas publicações, melhor) quanto na participação ativa: dê like, comente, entre em grupos e participe de discussões relevantes.

2. Limitar as conexões

Se você precisa de uma boa dica de como usar o LinkedIn, vou te dar essa: conecte-se! O LinkedIn sugere que você conecte somente com pessoas que conhece, mas acatar essa sugestão é limitar a frequência com a qual você aparece nos resultados de pesquisa. E isso acaba prejudicando você.

O número de conexões que você possui irá impactar diretamente na visibilidade do seu perfil e nos resultados das buscas dos recrutadores. Na busca interna do LinkedIn, geralmente, ficam favorecidas as páginas ou pessoas que têm alguma relação com o usuário que procura a informação. Isso significa que quanto maior o número de conexões com quem busca, mais chances de aparecer na lista você terá.

Nesse caso, não se preocupe com os nãos, conecte-se com pessoas que estejam abertas e está tudo bem!

3. Pedir de favores

Esse erro é terrível! Implica em solicitar que um profissional faça gratuitamente aquele serviço que ele está oferecendo na rede.

Você está seguindo um profissional e verifica que ele trabalha com elaboração de currículo, por exemplo. Networking não é você enviar uma mensagem privada solicitando que ele revise o seu material gratuitamente. Isso soa mais como um pedido de favor!

E convenhamos: por que ele faria de graça o trabalho dele para uma pessoa que não conhece?

Fazer networking no LinkedIn, em primeiro lugar, é construir relacionamentos de qualidade e que você possa agregar valor. Aquela máxima da negociação ganha-ganha pode ser uma boa oportunidade.

Você pode iniciar um primeiro contato apresentando-se e falando o quanto admira aquele profissional e seu trabalho, mostrar que está em busca de emprego no LinkedIn. Depois, pode compartilhar as publicações desse profissional e também recomendar suas competências. Isso vai fazer você ser lembrado positivamente e pode acionar o gatilho da reciprocidade.

Em terceiro lugar, se você também é bom em algo, por exemplo, você é expert em excel, pode sugerir uma permuta. Se você está desempregado e não tem como pagar o serviço do profissional, pense em algo que você faz bem e pode ser interesse da pessoa. Ex: uma planilha de controle financeiro para a empresa do profissional em troca da elaboração do seu currículo.

4. Ter um perfil incompleto

Quando as pessoas visitam seu perfil, você quer que elas saibam quem você é e que o que você pode oferecer como profissional.

Muitos profissionais me enviam mensagens no privado dizendo que estão em busca de emprego no LinkedIn. Eu dou uma olhada nesses contatos! E até mesmo ao navegar no meu LinkedIn, vejo pessoas que usam “em busca de recolocação” no título do perfil. Esse é um erro grave….

Aí, ao entrar no seu perfil não tem foto nem resumo nem formação. Só seu nome e algumas experiências. Você acha que isso pode dar certo? Porque a resposta é não.

Empresas contratam pelo valor que você tem a oferecer. Recrutadores interessam-se pelo seu perfil, pelo conjunto da trajetória de carreira e pela imagem profissional que passa. No mínimo, ao entrar em um perfil vazio, a sensação que passa é que não existe tanto interesse assim na recolocação e não está interessado em conseguir emprego no LinkedIn.

5. Não participar de verdade dos grupos

Os grupos no LinkedIn têm pouco valor se você não estiver realmente engajado e conectado aos seus companheiros.

Quem não tem um perfil ainda pode não entender como usar LinkedIn para encontrar trabalho. Há muitas dicas sobre isso na internet, mas elas são superficiais demais! Aposto que você nunca viu um artigo tão completo falando sobre o que impede profissionais de conseguir emprego no LinkedIn.

Não participar ativamente de grupos do seu interesse é um desses erros. Ao entrar no grupo, interaja, apresente-se, faça o que puder para ser visto. Caso contrário é o mesmo que fazer parte de uma associação profissional, mas nunca comparecer às reuniões!

6. LinkedIn Premium

Já me perguntaram muitas vezes: devo cancelar meu Linkedin Premium? Eu não posso decidir por ninguém, mas a versão gratuita é quase tão poderosa quanto a versão paga! O custo benefício de ter uma conta LinkedIn Premium, principalmente para quem está com o orçamento apertado, não é tão bom assim.

Não deixe de usar tudo o que a rede já oferece gratuitamente. Existem muitas ações que você pode tomar hoje para aumentar sua visibilidade, criar autoridade e ser encontrado por recrutadores.

Os recursos gratuitos do LinkedIn são excelentes, e aquilo que agrega mais valor e visibilidade no seu perfil não está somente ao alcance de quem tem conta Premium. Por isso mexa-se e trate de começar a investir estratégia hoje mesmo no seu perfil e seja visto!

7. Não manter a reciprocidade

Um dos erros que acontecem com mais frequência é solicitar recomendações e indicação de competências, sem fazer o mesmo pelas outras pessoas. Acionar o gatilho da reciprocidade na rede vai começar a treinar você para ser mais ativo e fazer mais pelos outros, antes de querer ter um retorno imediato. E isso é uma das ações que levará ao sucesso do seu perfil na rede.

Seja genuíno nos seus relacionamento e faça aquilo que gostaria que fizessem por você: comente o conteúdo que as pessoas geram, compartilhe vagas que podem ser interesse de outros profissionais, curta as postagens, dê sugestões, respondas as mensagens que te enviam no privado.

Aos poucos você vai ver que as suas postagens também começarão a ter mais curtidas, comentários, compartilhamentos. Você planta para colher logo mais os frutos do seu trabalho!

Como fazer um bom perfil no LinkedIn

Agora que já te expliquei sobre os principais erros, você certamente já sabe o que pode mudar hoje mesmo para conseguir emprego no LinkedIn. Acredite: mesmo quem não está ativamente procurando vagas recebe convites para entrevistas quando o perfil tem visibilidade!

No módulo de Linkedin do Admirável Emprego Novo, ensino o passo-a-passo como criar seu perfil na rede. Mas não é só isso! Eu explico também qual a melhor forma de encontrar oportunidades e como abordar recrutadores e ser notado!

Se você não conhece o curso ou ainda está em dúvida, tenho uma oferta para você! Participe da minha aula onde eu explico o as empresas e recrutadores realmente querem ver nos perfis dos profissionais! É gratuita!

INSCREVA-SE AQUI

 

Saiba mais sobre como conseguir emprego:

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.